Postagem

As áreas de tratamento intensivo de pacientes em hospitais como as UTIs e CTIs devem estar isentas totalmente de fontes de contaminação pela quantidade e presença de pacientes debilitados pelas doenças e tratamento.

As pragas urbanas como moscas, formigas, mosquitos e baratas são transmissores de diversas doenças e por isso é primordial que não tenham acesso aos hospitais e principalmente as unidades de tratamento intensivo.

A prevenção é a melhor forma de manter as pragas longe dos hospitais e evitar infestações. Algumas formas de prevenção são a instalação de cortinas de ar, telas de proteção nas janelas e a desinsetização feita regularmente por empresas especializadas no controle de pragas.

A Detecta realiza a desinsetização de forma segura e eficiente com certificações da Anvisa, Ibama, ISO e muitas outras e realiza o controle permanente das pragas nos hospitais e UTIs e CTIs.