Postagem

A febre amarela é uma doença hemorrágica transmitida por mosquito e causada por um vírus da mesma família da dengue, zika a Flaviviridae. Ela tem curta duração, não costuma passar de 12 dias e apresenta graus diferentes de intensidade. Nas formas leves, os sintomas podem passar quase despercebidos, já nos casos graves, é letal em cerca de 50%.

O nome se dá pelo tom amarelado causado em alguns pacientes. No ciclo silvestre, em áreas florestais, o vetor do vírus é principalmente o mosquito Haemagogus. Já no meio urbano, a transmissão se dá através do mosquito Aedes aegypti, o mesmo da dengue. A forma urbana preocupa mais devido à ampla distribuição do mosquito.

Para Matheus Valério, biólogo responsável pela Detecta Dedetizadora, como a transmissão urbana é feita através da picada de mosquitos, a prevenção da doença deve ser feita evitando sua disseminação. “Os mosquitos criam-se na água, qualquer recipiente como caixas d’água, latas, calhas e pneus contendo água parada são ambientes ideais para que a fêmea ponha seus ovos, de onde nascerão larvas que, após desenvolverem-se na água, se tornarão novos mosquitos.”, explica.

Para eliminar o mosquito adulto, em caso de epidemia de dengue ou febre amarela, é importante realizar a desinsetização da casa, comércio ou indústria através de uma empresa especializada em controle de pragas. Outras formas de prevenção é a vacinação, no caso da febre amarela recomendado para os que moram ou vão viajar para as áreas de risco, uso de repelente contra insetos, mosquiteiros e roupas que cubram todo o corpo.