Associação alerta para o aumento de pragas urbanas durante o período de Isolamento e as soluções para o pós-isolamento

Estabelecimentos comerciais fechados e o aumento de resíduos domésticos causados pelo isolamento social podem gerar proliferação de pragas urbanas e, em consequência, doenças além da COVID-19.

Devido ao isolamento social e locais fechados, o período de quarentena tem um impacto negativo sobre as pragas urbanas. A Associação dos Controladores de Vetores de Pragas Urbanas (Aprag) emitiu uma nota explicando que devido à pandemia e ao elevado número de empresa, comércios e indústrias fechadas, foi possível perceber um aumento populacional de pragas, como os roedores e insetos.

As pragas urbanas oferecem potencial risco de contaminação em relação a outras doenças que causam impacto também na saúde humana, além da covid-19, e que podem vir a agravar o sistema de saúde do país.

O conselho de Aprag aos residentes é não colocar restos de comida em pias e mesas. Tratar o lixo regularmente para que os catadores públicos possam recolher o lixo sem se acumular em determinados espaços da casa também é uma prática louvável de cuidar de pragas e vetores.

No caso das lojas que estão retornando ou mesmo as que ainda permanecem fechadas, a Aprag recomenda a contratação de empresas profissionais para trabalhar no controle de pragas pois serão utilizados equipamentos e tecnologia adequados para combater a existência de vetores, reduzindo o risco para os clientes e os trabalhadores.

Precisando realizar a sanitização do seu ambiente nesta retomada? Entre em contato com a nossa equipe.

WhatsApp: (19) 3245-0723
Site: https://detecta.com.br/
Redes Sociais: https://linktr.ee/Detecta

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *