BLOG

Calor intenso favorece a presença de escorpiões

Tá quente, né? Desde meados de 2015, os meses de setembro têm sido marcados por ondas de calor e ar seco. Essas condições climáticas extremas, claro, estão associadas às mudanças climáticas, mas isso é assunto para outro post.

O que precisamos destacar aqui é que o tempo seco e quente, somado a problemas estruturais dos centros urbanos, como lixo e desmatamento, cria um ambiente ultra favorável ao aparecimento de escorpiões.

Em 2018, o Ministério da Saúde contabilizou mais de 140 mil acidentes com escorpiões no Brasil. No estado de São Paulo, foram mais de 30 mil casos. Além disso, a quantidade de pessoas picadas por escorpiões amarelos no país saltou mais de dez vezes desde a virada do século.

Os escorpiões amarelos, dos mais peçonhentos na natureza, tornaram-se um grande problema nas grandes cidades. Nesses locais, eles encontram alimento e abrigo em quantidade abundante. E pasme: um dos seus “pratos” preferidos são as baratas.

Um dos nossos conselhos de ouro para o combate dos escorpiões é apostar na dedetização do local. Esses animais não se escondem somente em mato e lixo, mas também em bueiros, caixas de esgoto, entulho, materiais de construção, frestas e buracos em paredes, além de caixas de fiação elétrica, e áreas de jardim.

Fale com a Detecta, nossa equipe pode orientar a melhor maneira de lidar com infestações por escorpião.

Entre em contato através

Telefone (19) 3268-6200

WhatsApp: (19) 3245-0723

E-mail: contato@detecta.com.br

#condominios #residencias # controledepragas # escorpiões #centrosurbanos.