Isolamento social fez Ratos saírem do esconderijo

Com menos lixo no chão e nas lixeiras perto dos restaurantes, os roedores estão procurando comida em outros lugares. A ausência humana, por conta da pandemia do novo coronavírus, está causando efeitos colaterais no ecossistema urbano.

Entre as mudanças mais visíveis: os ratos estão saindo de seus esconderijos. Eles estão saindo às ruas em plena luz do dia e invadindo casas em uma busca desesperada por comida.

Pessoas que nunca tiveram problemas com ratos anteriormente estão precisando lidar com os visitantes indesejados que agora invadem seu isolamento social.

Conforme determinadas colônias de Roedores perdem suas fontes garantidas de alimentos — como resíduos jogados no chão e lixeiras em parques ou lixeiras do lado de fora de restaurantes e outros estabelecimentos — começa uma briga por qualquer resto ou fonte de alimento. Alguns ratos podem até matar e comer sua própria espécie para sobreviver. Outros exploram o desconhecido, procurando novas fontes de alimento.

Se ratos famintos conseguirem farejar alimentos em sua casa, há grandes chances de eles tentarem entrar. Uma vez no interior da residência, os ratos farão o que for preciso para encontrar comida e sobreviver, eles podem roer fios e outros objetos e são transmissores de graves doenças.

Os próprios ratos podem transmitir graves doenças. Não há evidências de que eles possam ser infectados com o SARS-CoV-2, o vírus que causa a COVID-19.

De qualquer forma, agora pode ser um bom momento para melhorar a higiene e realizar uma prevenção realizando uma desratização em sua casa, assim como muitos de nós intensificamos a lavagem das mãos. Lixeiras externas devem possuir tampas seguras e bem ajustadas. Rachaduras sob portas e outras aberturas para o exterior da residência devem ser vedadas.

O risco apresentado pelos roedores é alto, portanto, vale realizar a contratação de uma empresa especializada em controle de pragas para realizar um serviço de desratização sendo ele curativo ou preventivo.

Entre em contato conosco, processos de pragas urbanas de maneira personalizada para cada ambiente.

WhatsApp: (19) 3245-0723
Telefone: (19) 3268-6200

#detecta #dedetizadora #controlepragas #sanitizacao #ambientes #desinsetizacao #casa #industria #comercio #dedetização #manejopragas #controledepragasurbanas

A Anvisa não recomenda o método fumacê ou FOG

Anvisa não recomenda o fumacê ou FOG, mas Shoppings, Prefeituras insistem em usar esse método para ‘Sanitização’

Procurando por soluções seguras e eficientes em sanitização de ambientes, shoppings, empresas, e alguns espaços públicos estão realizando os procedimentos de fumacê ou FOG, mesmo contra a recomendação da ANVISA.

Muitas pessoas e empresas estão acelerando pesquisas e melhorando processos, para oferecer um ambiente seguro e permitir o retorno das atividades, usando desinfetantes, antissépticos, desodorizantes e esterilizantes.

Apesar da ANVISA ter lançado uma nota não recomendando o uso de fumacês, muitas empresas estão realizando este tipo de procedimento para sanitizar ambientes com a intuito de combater e controlar a disseminação do novo coronavírus.

Importante ressaltar que a Sanitização de Ambientes seja realizada por empresas especializadas, com corpo técnico qualificado e capacitado na utilização de desinfetantes.

Confira resumo da nota da ANVISA:

NOTA TÉCNICA Nº 26/2020/SEI/COSAN/GHCOS/DIRE3/ANVISA

Não devem ser usados os seguintes materiais e equipamentos para desinfecção de superfícies e objetos:


– Vassouras e esfregões secos, pois as partículas contaminadas podem ser veiculadas no ar e atingir outras superfícies e objetos.

– Nebulizadores e termo nebulizadores (equipamentos utilizados no combate a insetos/pragas, que geram uma fumaça de substâncias inseticidas/agrotóxicos).

– Frascos de spray com propelente: use frascos de aperto simples.

– Os Nebulizadores/Termo nebulizadores geradores de fumaça, tem seu uso para aplicações espaciais, onde atingem insetos em voo, com partículas muito finas, que facilmente se dispersam ou derivam, podem evaporar sem tocar a superfície. Esta técnica deve estar sendo utilizada pelo impacto visual, como se fosse algo extraordinário, o volume de fumaça é muito grande e da impressão que está tratando todo o ambiente, e também pela rapidez.

A qualidade das aplicações de sanitizantes está ligada preparação e criteriosa e higienização das superfícies e locais, escolha de equipamentos e produtos adequados, tempo de exposição e medidas de controle pós sanitização.

Precisam ser definidos protocolos rígidos, contínuos e definidas atribuições por parte da Contratante e Contratada.

Aos contratantes, sejam Síndicos de Condomínios, Gestores Públicos, Diretos de Estabelecimentos de Ensino, Saúde e empresariais, devem tomar todo o cuidado ao contratar uma empresa especializada para realizar a Desinfecção ou Sanitização dos Ambientes, pois poderão ser responsabilizados por contratar leigos sem o devido treinamento, estarão assumindo o ônus dos prejuízos e danos causados a saúde, e induzirem com promessas de falta proteção.

(Fonte: ANVISA)

Entre em contato conosco, processos de sanitização personalizados para todo o tipo de ambiente, realizamos a desinfecção através da sanitização na sua empresa, indústria, comércio e residência.

WhatsApp: (19) 3245-0723
Telefone: (19) 3268-6200

O perigo da retomada das atividades após a quarentena

Muitas das cidades do Brasil estão conseguindo estabilizar ou até mesmo reduzir ou retardar o número de casos diários da COVID-19. Com isso, diversos comerciantes estão podendo reabrir seus negócios com restrições, sejam em shoppings, restaurantes, entre outros estabelecimentos que ficaram fechados por todos esses meses na tentativa de controlar o número de casos devido a pandemia.

Mais pessoas passam a circular pelas cidades e os transportes públicos voltam a ter um maior número de pessoas. Mas é preciso ter cautela, pois uma reabertura sem critério pode levar ao aumento da circulação do vírus e do número de casos registrados.

Mas afinal, estou retomando as atividades, quais medidas de segurança preciso tomar?

Cada estabelecimento precisa entender as suas características e ter consciência de como o vírus pode ser transmitido de uma pessoa para outra. Dito isso, é preciso salientar a extrema importância evitar aglomerações, além de implantar a limitação da lotação do local (visando manter um distanciamento entre as pessoas) e tornar obrigatório o uso de máscaras por todos os frequentadores do ambiente.

Muitos estabelecimentos também estão aferindo a temperatura das pessoas na entrada, para identificar possíveis infectados que apresentem febre. Além de diversos comércios, e indústrias estão adotando medidas de sanitização de ambientes para diminuir qualquer risco de contaminação.

Ao entrar em contato com uma superfície contendo o vírus ativo e levar essas partículas virais para o rosto através das mãos, uma pessoa corre o risco de se infectar.

A prática da sanitização dos ambientes ganha uma enorme importância, pois é capaz de eliminar a chance de contaminação do novo Coronavírus das superfícies, além de reduzir a quantidade de vários outros micro-organismos do ambiente, dando maior segurança às pessoas e reduzindo o risco de contaminação.

A sanitização engloba métodos físicos e químicos, como a aplicação de produtos químicos saneantes, com o intuito de eliminar os microrganismos das superfícies.

É recomendável e imprescindível que estabelecimentos realizem a contratação de uma empresa especializada e treinada para oferecer esse serviço. Aqui na Detecta Controle de pragas você confere e conhece nossos processos de sanitização de ambiente com qualidade e custo-benefício.

Entre em contato conosco, processos de sanitização personalizados para todo o tipo de ambiente, realizamos a limpeza da sua indústria, comércio e residência.

WhatsApp: (19) 3245-0723
Telefone: (19) 3268-6200

Fonte: Dr. Rodrigo Rollin Pinheiro (Pragas & Eventos)

Procedimentos de sanitização do ambiente industrial

Sanitizar – significa reduzir microrganismos críticos para saúde pública em níveis considerados seguros, com base em parâmetros estabelecidos, sem prejudicar nem a qualidade do produto nem a sua segurança.

Na indústria, os produtos químicos são usados rotineiramente para sanitizar e desinfetar superfícies de contato do produto e também dos funcionários. São etapas necessárias para garantir que todo o processo, e quem participa dele estarão livres de microrganismos que podem causar doenças.

Para a sua indústria, é muito comum utilizar métodos de sanitização para reduzir a presença microbiana com isso diminuindo problemas com vírus e bactérias presentes no ambiente de trabalho e produção.

A substância sanitizante é aplicada por uma equipe de especialistas. A única exigência é o isolamento do local pelo período em que durar o serviço. Os profissionais usam aparelhos de alta tecnologia e equipamentos de proteção individual adequados.

Aqui na Detecta, realizamos os processos de sanitização do seu ambiente! Entre em contato conosco pelo WhatsApp.

WhatsApp: (19) 3245-0723
Telefone: (19) 3268-6200

O que a sanitização pode ajudar na limpeza de sua casa?

O que não é possível manter 100% limpo na sua casa sem o processo de sanitização? Este procedimento não é apenas adequado para a área da saúde. A sua casa também precisa de uma sanitização para ficar 100% limpa.

Afinal, o que a sanitização pode ajudar na limpeza de sua casa?

Para as residências, é necessário a realização deste procedimento para garantir um ambiente saudável e seguro para a sua família. Cumprir as normas estipuladas pelos órgãos competentes é o primeiro passo para uma sanitização correta, o segundo passo é a contratação de empresas que seguem as normas da Anvisa, como a Detecta, para realizar esse processo..

Qual é a frequência ideal para a Sanitização do seu ambiente?
O tempo entre os procedimentos nos locais depende do volume de circulação de pessoas:

Alto fluxo de circulação: sanitizar uma vez por semana;
Médio fluxo de circulação: sanitizar quinzenalmente;
Baixo fluxo de circulação: sanitizar mensalmente;
Residências: sanitizar a cada 3 meses ou em menos tempo, em caso de necessidade.

Precisa sanitizar a sua residência? Conte com a Detecta. Processos de sanitização otimizados para o seu ambiente. Entre em contato com a nossa equipe.

WhatsApp: (19) 3245-0723
Telefone: (19) 3268-6200

Quais são os serviços considerados essenciais durante a quarentena? Conheça seus cuidados com a sanitização

Os objetos comuns de limpeza como vassoura, pano e detergentes não são totalmente eficazes na eliminação de ameaças como vírus e bactérias de um ambiente. Ainda mais com uma pandemia global, a sanitização vem se tornando uma prática muito importante neste processo.  

Este procedimento, que realizamos aqui na Detecta, produz uma película protetora que protege o ambiente da proliferação de microrganismos. Saiba onde você pode realizar a sanitização: 

– Veículos: Combate a infecção por agentes que causam alergias e doenças respiratórias;

– Hospitais e clínicas: De extrema importância uma higienização efetiva e segurança de seus pacientes ainda mais com a pandemia de um vírus.

– Comércios e indústrias: Uma indústria ou comércio é um local que possui uma grande circulação de pessoas. É importante que seja feita a desinfecção para dar segurança aos seus produtos, funcionários e clientes.  

Mas afinal, com essa quarentena, quais são os serviços considerados essenciais durante a quarentena? Confira abaixo a lista de serviços classificados como essenciais, de acordo com o Decreto nº 10.282, de 20 de março de 2020:

• Assistência à saúde, incluídos os serviços médicos e hospitalares;

• Assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade;

• Atividades de segurança pública e privada, incluídas a vigilância, a guarda e a custódia de presos;

• Atividades de defesa nacional e de defesa civil;

• Trânsito e transporte interestadual e internacional de passageiros

• Telecomunicações e internet;

• Serviço de call center;

• Geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, incluídos:

• Fornecimento de suprimentos para o funcionamento e manutenção das centrais geradoras e dos sistemas de transmissão e distribuição de energia; e   

• As respectivas obras de engenharia;

• Produção, distribuição, comercialização e entrega, realizadas presencialmente ou por meio do comércio eletrônico, de produtos de saúde, higiene, limpeza, alimentos, bebidas e materiais de construção;

• Serviços funerários;

• Guarda, uso e controle de substâncias, materiais e equipamentos com elementos tóxicos, inflamáveis, radioativos ou de alto risco, definidos pelo ordenamento jurídico brasileiro, em atendimento aos requisitos de segurança sanitária, metrologia, controle ambiental e prevenção contra incêndios;

• Vigilância e certificações sanitárias e fitossanitárias;

• Prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e de doença dos animais;

• Inspeção de alimentos, produtos e derivados de origem animal e vegetal;

• Vigilância agropecuária internacional;

• Controle de tráfego aéreo, aquático ou terrestre;

• Serviços de pagamento, de crédito e de saque e aporte prestados pelas instituições supervisionadas pelo Banco Central do Brasil;  

• Serviços postais;

• Serviços de transporte, armazenamento, entrega e logística de cargas em geral;   

• Serviço relacionados à tecnologia da informação e de processamento de dados (data center) para suporte de outras atividades previstas;

• Fiscalização tributária e aduaneira federal; 

• Produção e distribuição de numerário à população e manutenção da infraestrutura tecnológica do Sistema Financeiro Nacional e do Sistema de Pagamentos Brasileiro; 

• Fiscalização ambiental;

• Produção de petróleo e produção, distribuição e comercialização de combustíveis, biocombustíveis, gás liquefeito de petróleo e demais derivados de petróleo;

• Monitoramento de construções e barragens que possam acarretar risco à segurança;

• Levantamento e análise de dados geológicos com vistas à garantia da segurança coletiva, notadamente por meio de alerta de riscos naturais e de cheias e inundações;

• Mercado de capitais e seguros;

• Cuidados com animais em cativeiro;

• Atividade de assessoramento em resposta às demandas que continuem em andamento e às urgentes;

• Atividades médico-periciais relacionadas com a seguridade social, compreendidas no art. 194 da Constituição;

• Atividades médico-periciais relacionadas com a caracterização do impedimento físico, mental, intelectual ou sensorial da pessoa com deficiência, por meio da integração de equipes multiprofissionais e interdisciplinares, para fins de reconhecimento de direitos previstos em lei, em especial na Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015 – Estatuto da Pessoa com Deficiência; 

• Outras prestações médico-periciais da carreira de Perito Médico Federal indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade;

• Fiscalização do trabalho;

• Atividades de pesquisa, científicas, laboratoriais ou similares relacionadas com a pandemia de que trata este Decreto;    

• Atividades de representação judicial e extrajudicial, assessoria e consultoria jurídicas exercidas pela advocacia pública da União, relacionadas à prestação regular e tempestiva dos respectivos serviços públicos;  

• Atividades religiosas de qualquer natureza, obedecidas as determinações do Ministério da Saúde; 

• Unidades lotéricas;

• Serviços de comercialização, reparo e manutenção de partes e peças novas e usadas e de pneumáticos novos e remoldados; 

• Serviços de radiodifusão de sons e imagens;           

• Atividades de desenvolvimento de produtos e serviços, incluídas aquelas realizadas por meio de start-ups;

• Atividades de comércio de bens e serviços, incluídas aquelas de alimentação, repouso, limpeza, higiene, comercialização, manutenção e assistência técnica automotivas, de conveniência e congêneres, destinadas a assegurar o transporte e as atividades logísticas de todos os tipos de carga e de pessoas em rodovias e estradas

• Atividades de processamento do benefício do seguro-desemprego e de outros benefícios relacionados, por meio de atendimento presencial ou eletrônico, obedecidas as determinações do Ministério da Saúde e dos órgãos responsáveis pela segurança e pela saúde do trabalho

• Atividade de locação de veículos;               

• Atividades de produção, distribuição, comercialização, manutenção, reposição, assistência técnica, monitoramento e inspeção de equipamentos de infraestrutura, instalações, máquinas e equipamentos em geral, incluídos elevadores, escadas rolantes e equipamentos de refrigeração e climatização;               

• Atividades de produção, exportação, importação e transporte de insumos e produtos químicos, petroquímicos e plásticos em geral;

• Atividades cujo processo produtivo não possa ser interrompido sob pena de dano irreparável das instalações e dos equipamentos, tais como o processo siderúrgico e as cadeias de produção do alumínio, da cerâmica e do vidro;              

• Atividades de lavra, beneficiamento, produção, comercialização, escoamento e suprimento de bens minerais;                

• Atividades de atendimento ao público em agências bancárias, cooperativas de crédito ou estabelecimentos congêneres, referentes aos programas governamentais ou privados destinados a mitigar as consequências econômicas da emergência de saúde pública de que trata a Lei nº 13.979, de 2020, sem prejuízo do disposto nos incisos XX e XL;

• Produção, transporte e distribuição de gás natural

• Indústrias químicas e petroquímicas de matérias-primas ou produtos de saúde, higiene, alimentos e bebidas;

• Atividades de construção civil, obedecidas as determinações do Ministério da Saúde;

• Atividades industriais, obedecidas as determinações do Ministério da Saúde;

• Salões de beleza e barbearias, obedecidas as determinações do Ministério da Saúde; e 

• Academias de esporte de todas as modalidades, obedecidas as determinações do Ministério da Saúde. 

Caso você seja um proprietário de algum destes estabelecimentos citados, não esqueça de realizar o processo de sanitização nesta retomada!

Entre em contato com a Detecta! Possuímos um processo personalizado para o seu ambiente.

WhatsApp: (19) 3245-0723

Telefone: (19) 3268-6200

Quaternário de amônio de 5ª geração e Peróxido de hidrogênio

Você sabia que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recomenda saneantes aprovados para a limpeza de ambientes propícios à contaminação de bactérias, fungos e vírus, como o COVID-19? 

Um deles é o Quaternário de amônio de 5ª geração e Peróxido de hidrogênio que a Detecta Controle de Pragas utiliza nos processos de sanitização de ambientes.

Como é feito o tratamento de sanitização?

Este tratamento de sanitização, realizado pela Detecta, é feito através do Quaternário de amônio de 5ª geração e Peróxido de hidrogênio, e indicado para ambientes que exijam desinfecção sem deixar resíduos de compostos químicos, tais como paredes, rodapés, corrimão e pisos, etc.

Quaternário de amônio de 5ª geração e Peróxido de hidrogênio, que produto é esse? 

Um desinfetante à base de Quaternário de amônio de 5ª geração e Peróxido de hidrogênio de última geração com duas cadeias C10, muito utilizada em esterilização de Hospitais. Pode ser considerado como um produto altamente efetivo no combate de bactérias, fungos e vírus. Segundo o próprio Ministério da Saúde, a sanitização com quaternário de amônio é recomendada para o combate do COVID-19.

O tratamento com Quaternário de amônio de 5ª geração e Peróxido de hidrogênio não possui toxicidade, muitos tipos de vírus também são combatidos ao efeito sanitizante da aplicação, porém para cada situação podem ser necessárias medidas complementares de limpeza e desinfecção.

Realize a sanitização do seu ambiente nesta retomada! Entre em contato com a Detecta para mais informações. 

WhatsApp Detecta: (19) 3245-0723

Telefone: (19) 3268-6200

Ambientes de trabalho mais frios correm mais riscos? Como realizar a sanitização de frigoríficos

Trabalha em um ambiente de trabalho mais frio, como por exemplo, um frigorífico? Fazer a limpeza de frigoríficos é de extrema importância para quem quer manter os produtos e os seus funcionários saudáveis. 

Por isso, o processo de sanitização deve ser realizado cuidadosamente, com o intuito de reduzir o maior número possível de agentes causadores de doenças. No caso dos frigoríficos, que trabalham com produtos cárneos, este ambiente está sujeito à muitos riscos de ordem microbiológica. Se não existir a correta higienização de frigoríficos, seríssimos problemas de origem alimentar podem acontecer.

Como é feita a limpeza?

– A sanitização tem como objetivo eliminar as formas vegetativas dos microrganismos patogênicos e reduzir microrganismos decompositores até níveis seguros, em conformidade com as normas definidas pela vigilância sanitária. Além disso, ela previne contaminações futuras.

– A limpeza é dividida em quatro partes: lavagem, enxágue, desinfecção e novo enxágue.

– A parte da limpeza é composta por lavagem prévia com água, aplicação de detergentes e o enxágue dos resíduos.

– O quaternário de amônio de 5ª geração e peróxido de hidrogênio é usado na sanitização de ambientes, equipamentos, utensílios e anti-sepsia de manipuladores.

Mantenha a segurança de ambientes de trabalhos mais frios. Entre em contato com a nossa equipe para mais detalhes. WhatsApp: (19) 3245-0723

Telefone: (19) 3268-6200

Preparando um ambiente para a sanitização

Após ficar reconhecida como estratégia para o combate de vírus e bactérias do ambiente, o processo de sanitização vem sendo utilizado por diversos comércios, indústrias e até residências. 

Porém com essa novidade, muitas dúvidas foram geradas sobre qual a preparação e quais os procedimento realizados para a limpeza do seu ambiente.

A sanitização de ambientes ganhou foco no mundo inteiro depois de ter sido usada como principais armas de combate ao novo coronavírus (COVID-19). Conheça como se prepara um ambiente para a sanitização e também o passo a passo da aplicação:

1- Análise técnica do ambiente;

2- Identificação dos agentes patogênicos;

3- Análise das áreas críticas;

4- Preparação dos locais que vão receber a aplicação;

5- Aplicação nas superfícies do ambiente;

6- Entrega de certificado de aplicação; 

Precisando sanitizar o seu ambiente neste retorno da quarentena? Entre em contato conosco! WhatsApp: (19) 3245-0723

Telefone: (19) 3268-6200

A aplicação de Quaternário de amônio de 5ª geração e Peróxido de hidrogênio e a eficiência na eliminação de vírus

O uso de produtos para limpeza e desinfecção de superfícies (saneantes) é um aliado importante para prevenir infecções por vírus em seu ambiente. 

Aqui na Detecta Controle de Pragas, realizamos a aplicação da Quaternário de amônio de 5ª geração e Peróxido de hidrogênio para a sanitização do seu ambiente, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recomenda aos consumidores a utilização somente de produtos regularizados, como Quaternário de amônio de 5ª geração e Peróxido de hidrogênio.  

Confira a lista de produtos (águas sanitárias e desinfetantes de uso geral) regularizados na Anvisa. Esses produtos devem ser usados para limpeza e desinfecção dos ambientes, utensílios e objetos (chão, superfícies de móveis, maçanetas, corrimão, interruptores de luz, e etc.), locais onde microrganismos como o Coronavírus podem estar presentes.

Entre eles estão o álcool gel (produzidos à base de etanol, na forma gel e em concentração de 70%), além de hipoclorito de sódio, ácido peracético, quaternários de amônia e fenólicos.

Além disso, para alcançar o resultado esperado, é fundamental seguir as instruções contidas no rótulo do produto quanto à forma de uso, cuidados e equipamentos necessários para sua aplicação.  

É importante o consumidor saber que os saneantes devem apresentar no rótulo o número de registro na Anvisa ou de notificação — quando a empresa envia informações sobre o produto antes de comercializá-lo. Para saber se o saneante é regularizado, consulte o banco de dados da Agência.  

(fonte: Anvisa/gov)

A Anvisa reforça que existem diversos produtos regularizados no mercado, devidamente avaliados e testados, e que são destinados à desinfecção dos ambientes, utensílios e objetos (chão, superfícies de móveis, maçanetas, corrimão, interruptores de luz etc.). 

Aqui na Detecta, realizamos a sua sanitização apenas com produtos de qualidade comprovada pela Anvisa. Converse com a nossa equipe e conheça mais detalhes sobre nossos processos.

Entre em contato conosco! 

WhatsApp: (19) 3245-0723

Telefone: (19) 3268-6200