Vespas: espécies

São encontradas em maior quantidade em regiões de clima tropical e equatorial, pois gostam de áreas quentes. Assim como as abelhas, são muito importantes no processo de polinização. Há uma grande diversidade de espécies de vespas (cerca de 30 mil conhecidas).

Vespas Social (Família: Vespidae, p. ex., Vespula Vulgaris)

Aspecto

  • Abdome preto e amarelo. As marcas diferem de acordo com as espécies.

Ciclo de vida

  • As jovens rainhas passam o inverno no solo e emergem na primavera para iniciarem a construção do ninho e depositarem os ovos. 
  • As obreiras (fêmeas estéreis) emergem durante o início do verão e encarregam-se da construção do ninho. A rainha continua a depositar os ovos. 
  • As novas rainhas e os machos acasalam no início do outono. 
  • O ninho morre durante o inverno, incluindo todos os machos e obreiras. Só as rainhas sobrevivem até ao ano seguinte.

Hábitos

  • Tamanho da colónia – médio a grande (até 25.000 indivíduos). 
  • Locais preferidos para os ninhos – calhas de telhados, cavidades de paredes, antigos buracos de roedores, árvores ocas e arbustos. 
  • Construção dos ninhos – Todos os anos é construído um novo ninho. 
  • Formação de enxames – não formam enxames. 
  • Ferroam rapidamente e várias vezes.

Vespões – (Vespa crabro)

Aspecto

  • Grandes, até 4,5 cm de comprimento. 
  • As asas são cor de laranja avermelhadas. 
  • O abdome é cor de laranja com faixas castanhas.

Ciclo de vida

  • Os ninhos aparecem na primavera.
  • A maior parte morre no final do outono. 
  • Apenas a rainha fertilizada sobrevive ao inverno.

Hábitos

  • Ninhos – em lugares protegidos como troncos de árvores, arbustos, partes laterais de edifícios, celeiros, sótãos e paredes ocas. Os ninhos são cinzentos e parecem feitos de papel. 
  • Uma colónia pode atingir uma população de 700 obreiras. 
  • Ferrão – apenas ferram se forem provocados. A picada de ferrão é muito dolorosa em pessoas. Podem picar e ferrar em simultâneo. Conseguem mobilizar toda a colónia para a defender, o que é muito perigoso para as pessoas. 
  • Alimentação – insetos vivos e seiva de plantas. Não são atraídos pelos alimentos dos humanos.

Manejo de vespas e abelhas

A presença das abelhas pode ser desejável para apicultores e agricultores, cuja qualidade da produção depende muito da polinização por esses insetos. Mas esses insetos podem se instalar em regiões com tráfego humano, como as áreas verdes urbanas, precisando ser realocados para áreas mais adequadas à sua procriação. É o que se denomina manejo.

Trata-se de um conjunto de medidas que visa eliminar as infestações existentes e adotar medidas preventivas para evitar a instalação de novas colônias, de forma que não impacte o equilíbrio ambiental.

O manejo de vespas e abelhas em indústrias, empresas, comércios e residências, assim como áreas urbanas e rurais, é feito por empresas especializadas em controle de pragas, como a Detecta. Sua atuação, inclusive, é regulada pela Lei Federal de Crimes Ambientais nº 9.605 e a Instrução Normativa do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) nº141.

Curtiu o conteúdo? Compartilhe!

Buscando Por uma Empresa de Dedetização?

Somos a principal empresa de Dedetização em Campinas e Região.
Não percar nenhum conteúdo

Se inscreva em nossa newsletter para receber novidades antes de todo mundo.